quarta-feira, maio 14, 2008

GINOFAGIA





Imagem/Foto: Derinha Rocha.

DELA

Luiz Alberto Machado

Como sempre ela me ganha! Numa façanha de paixão tamanha. Só porque ela me faz a maior manha e me alisa entre as mãos. E me escraviza em sua prisão: sua tesão gulosa, dela ficar cor de rosa de tanta possessão. Maior sedução. E mais fricção quando fecha os olhos, é quando eu me molho e ela me beija, lambe e boceja toda alagada. E de uma só talagada, ela me engole e me agita e me bole quando tudo palpita porque mais se ajeita, mais ela se enfeita com o meu suor. Eu fico zoró e ela, com teimosia, me dá toda regalia de ser todo seu sem dó.

© Luiz Alberto Machado. Direitos reservados.

VEJA MAIS:
GINOFAGIA
CRÔNICA DE AMOR
GUIA DE POESIA
PALESTRA: CIDADANIA NAS ESCOLAS
BRINCARTE
RÁDIO TATARITARITATÁ – LIGUE O SOM & CURTA!
PUBLIQUE SEU LIVRO – CONSÓRCIO NASCENTE
TCC – FAÇA SEU TCC SEM TRAUMAS