domingo, fevereiro 08, 2009

VERSYPROSA



Imagem: foto de Derinha Rocha

QUANDO O AMOR É AZUL

Luiz Alberto Machado

Quando o céu se reflete no seu olhar estrelado de imensa ternura, eu já tomado de amores, flor miosótis, sou cada vez mais o escravo que não pode viver longe do encanto que me prende a todo desvario e vertigem dos impulsos do coração abrasado de amor. E esse amor é você.

Quando o mar se aprofunda no seu ser onde corre o sangue ardente de irresistível encanto, excepcional beleza e suas íngremes e deliciosas dunas, cada vez mais, beija-flor, sou servo inteiro ao seu dispor. E meu beija-flor é você.

Quando o sol se reflete no seu riso cheio de surpresa e furor com cintilações azuladas onde você, tostada pelo fogo ardente do coração na febre do amor, trazendo meu gosto na boca, minha posse no corpo e meu desejo na alma, mais me vejo grato sangue ardente a me jogar onde quem manda é o amor. E o amor, beija-flor, está em você.

VEJA MAIS:
VERS&PROSA DE AMOR PARA A MENINA AZUL
LUIZ ALBERTO MACHADO NO CALDEIRÃO DO HUCK
FOLIA TATARITARITATÁ
PREMIO NASCENTE DE POESIA 2009
GANHE LIVROS BRINCARTE
BIG SHIT BÔBRAS