sábado, novembro 26, 2011

OS SONHOS DE ÍSIS


Imagens acervo de Ísis Nefelibata.

O SONHO DE ÍSIS


Era tarde...
Bem tarde da noite estrelada,
após adormecer tão cansada
dos momentos mágicos que passamos...
Eu acordei sentindo-me assim,
ainda com seu gosto na minha boca
e a sensação de sentí-lo dentro de mim.
Nos ouvidos, ressoava a sua voz rouca
e ecoavam em meu íntimo
as bobagens de amor proferidas...
Ah!... são as deliciosas coisas da vida!
Eu olhei para o lado, pensando ainda sonhar
e você dormia tranquilo,
parecendo um menino feliz
quando ganha o presente que mais deseja...
Que rosto lindo!
Eu queria saber dos seus sonhos;
queria adentrar-me em sua alma
e percorrer todos os caminhos transitados
naquele momento de profunda calma...
Delicadamente eu toquei o seu rosto,
seus braços, seu peito, que pele macia!...
Desmanchando-me de amor, seu calor eu sentia.
Fui acariciando seu corpo calmamente
e todo o meu ser se despertava mansamente
daquelas horas de sono profundo,
após os delírios de amor que vivemos...


Percebi por baixo dos lençóis que algo em você também acordava,
independente do sono que ainda o mantinha largado...
Seu membro, sentindo as carícias das minhas mãos, me pedia
que eu o cuidasse, não o deixasse sozinho...
Encantada com a magia da natureza que vibra sem parar,
eu tomei o seu membro entre os dedos
e num passe maravilhoso de mágica, ele cresceu mais ainda,
para me dizer que não sentisse medo
porque logo, seu dono iria mesmo acordar...
E num ímpeto frenético de desejo, eu o coloquei na boca
e assim, como me senti a mulher mais louca
por amá-lo com tanta paixão!
Era a fêmea que exalava o perfume do amor carnal,
se esquecendo até mesmo do coração
que batia descompassadamente, como se afinal
ele morresse naqueles espasmos de meu orgasmo.
Você acordou sorrindo, como se prevesse o desfecho
daquela madrugada orvalhada
e vi, então, tremer o seu queixo,
querendo sussurrar palavras de delírio
pelo membro que em minha boca sumia...
E na volúpia daquele instante,
eu o sugava com tanta avidez
que nem mesmo percebi que você
me abria na posição inversa, para também me beber...
Ali, naquele momento, nos perdemos em nós mesmos,
tanto quanto eu o chupava, o engolia, me fartava de você,
você também me devorava, como um lobo faminto
quando devora a sua presa...
E eu era a presa mais feliz naquele instante,
estava ali, solta e aberta ao meu amor, ao meu  amante
e tudo o que eu mais sentia era a certeza
de que o gozo, o prazer de nossos corpos
se refletiam em nossas almas unidas
pelos escorreres de nossas seivas
naquele final de madrugada,
quando a noite se despedia e o dia chegava
para acolher o nosso prazer e nossas juras de amor...


(De sua Ísis Nefelibata)

Veja mais dos sonhos da Isis Nefelibata.




sexta-feira, novembro 25, 2011

O SONHO DE ÍSIS

Imagem; Acervo de Ísis Nefelibata.




SABE

Sabe, eu quero dizer-te bem baixinho
Um segredo que está bem escondido
Quero te dar um beijo e o meu carinho
Dizer como te quero ao seu ouvido.

Sabe, eu quero falar-te calmamente
Palavras de amor, como nunca ouviste
Quero abraçar-te, assim, tão docemente
Sentir que, pra nós, nada mais existe.

Eu te digo que a vida é mais alegre
Se teu sorriso brilha à minha frente
Se tua voz me chega de repente.

Meu olhar não te deixa, não consegue
Se desprender de tua doce imagem
Precisas compreender minha mensagem...


O SONHO DE ÍSIS

Meu amor... antes de dormir, quero passar por aqui pra lhe dizer que vou sonhar com você... o sonho que sonho a todo instante, acordada, é diferente. Agora vou fechar os olhos pra descansar, e sonhar com nós dois em toda a plenitude do nosso amor... vou sonhar que estou em seus braços, agarradinha a você, me beijando os olhos, meu rosto, minha boca, e eu te acarinhando, com tanto cuidado, com medo de acordar do sonho... vou sentir suas mãos em todo o meu corpo, em toda a minha pele... vou sentir a pressão dos seus dedos, me puxando pra você... e me beija a nuca, os seios, e desce até onde tanto quer beijar, chupar, sentir na ponta da língua o meu sabor... e assim, você me tornará rainha, rainha dos seus desejos, das suas vontades mais secretas...
Ah... eu quero desvendar todos os seus mistérios, um a um, mergulhar no seu íntimo e descobrir realmente quem é o meu rei, o meu amado, o meu senhor... dono desse desejo que me invade, que me deflora, que me faz posse de seu prazer...
Mergulhe em mim, venha, entre, percorra o meu universo... você vai se perder nessa viagem, vai sentir que o céu não é o limite dos seres... você vai sentir tanto prazer, vai gozar... vai gozar e vai sussurrar aos meus ouvidos que você quer mais e mais e mais... vai grunhir na hora do gozo, vai chorar com o meu derramamento em você... vai chorar porque vai ser impossível não sentir a emoção regada dos meus orgasmos por seu amor, por sua dor gostosa e prazerosa de amar quem tanto o ama...
Você quer mais, vai me prender os braços e me fazer sua presa... vai me incendiar novamente com sua lança pronta para atingir o alvo do seu tesão... e vou me abrir, mais ainda, para que entre novamente, para que se agarre ao meu existir repleto de fantasias... estou quente, febril para que me tome definitivamente para você... não se demore mais... venha me penetrar com força e total determinação de sermos os seres mais felizes, completos e realizados... descanse... daqui há pouco você vai me pedir para virar de costas, você quer me sentir assim, quer sentir como se sente deixando que o mastro da sua bandeira, se finque na retaguarda do corpo que tem nas mãos... e eu me empino pra você se aconchegar, eu permito que me invada assim... ahhhh, eu sinto você, agora... seu calor e seu corpo tremendo, ansiando pelos cumprimentos das promessas feitas apenas pelos movimentos do meu corpo... nessa dança sensual, irresistível, você já não pensa mais em nada, quer apenas entrar, sentir, gozar e gozar novamente e me dizer: minha deusa, sou o homem mais realizado que existe no mundo, você é minha, minha, eternamente minha... e assim, por cima de mim você se deita, exausto, suado, adormecemos assim, como se jamais fôssemos nos descolar um do outro... vou sonhar com você, até que a vida permita nos certificar e premiar com esse encontro... beijos, amo você...

Veja mais dos sonhos de Isis Nefelibata.


sábado, novembro 19, 2011

ISIS NEFELIBATA


LUZ DA MINHA VIDA


Eu me embriago desse amor que me rasga
O corpo de tanto, tanto desejo...
Sou raio de sol que queima e que flagra
Esse teu bronzeado, e em tudo o que vejo.

Eu me entrego ao teu prazer, meu amado...
Meus versos te chamam, querem teus sonhos.
Tu me escondes nesses versos traçados...
Eu me escorro nos que pra ti componho.

Eu me abro pra que domines meu mundo,
Possessivo tu me tomas a fundo
E me inundas com a seiva da vida...

Em deusa tu me transformas, me eleges
Assim teu corpo e tu'alma submergem
Em meu ser que te concede guarida...

Com todo o amor do meu coração e ardência do meu desejo, de tua Isis Nefelibata.
Imagem acervo de Ísis Nefelibata.

Confira mais Isis Nefelibata.


quarta-feira, novembro 16, 2011

ISIS TAURIN NUTGEB, A ÍSIS NEFELIBATA


ÍSIS NEFELIBATA - Como uma incognita ela me surgiu taurina feito a deusa egípcia no meio da noite do Festival Junino de Lelat-al-Nuktah. Surgiu camaleônica como a Joanna Cameron ora deusa, ora Andrea Thomas. Mostrou-me seus poderes mágicos de cara feito uma manhosa Aimee Sweet que se transforma numa sedutora Mariana Godoy anunciando a primeira transmissão de rádio feita por Marconi em 1897. E me fez levitar nos onirismos do seu Skylab na promessa de abrir os nossos jogos olímpicos de vanguarda para um casamento real tipo do príncipe herdeiro dinamarquês Frederico com a Mary Elizabeth Donaldson. E me mandou beijos e versos como uma Amber Tamblyn no cio a me arrastar de Passos para Ouricuri no dia de São Matias e da Internet, para que eu sucumba errático depois da minha assinatura no nosso Pacto de Varsóvia. E se insinuou gulosa Esperanza Gómez para me fazer ressurreto Osiris com o pênis de ouro e me virar no hipnotizado discípulo na noite das lágrimas dos que nascem e dos que morrem. E cravou suas unhas na minha carne nua para rabiscar seus versos mais devassos:


Imagens do acervo de Ísis Nefelibata

Sim, amor, sou eu... não tenha dúvida...
Sou eu voltando para o seu amor e desejo...
Pode acreditar... no caminho onde nos perdemos, eu encontrei um atalho que me trouxe novamente até você...
Eu o vejo também como uma leve fumaça, mas a visão vai se tornando limpa, clara, tanto quanto eu me aproximo.
Meu amor, vem cá... se encoste em mim... deixa eu sentir seu corpo quente novamente, me desejando... vem... me toma toda pra você... me aperta contra seu corpo e me faça delirar em suas mãos... lembra-se de como éramos mágicos nesses momentos?
Deixa que eu sinta suas mãos em meus seios, aperte-os como se tivesse medo de perdê-los...
Deixa que eu sinta seu mastro duro, louco, a me procurar por trás, sonhando ser meu domador...
Espalha em mim, toda a magia desse momento, me roube de mim mesma... e crave em minhas entranhas, todo o seu poder, esse poder que carrega a seiva da vida... me possua, me soque com força, até o mais profundo do meu ser... nem sei mesmo onde conseguirá alcançar... só sei que vou rebolar toda em você, provando o quanto meus desejos estão sendo atendidos... como naquele tempo... nada mudou... apenas, eu venho com mais paixão depois de todo esse tempo longe de você...
Você ainda não acredita, mas ouça o seu coração, ele lhe diz que sou e dessa vez eu vim para ficar...
Vem cá... me vire, olhe em meus olhos e deixa que eu sinta o fogo da paixão, incendiando seu olhar rumo à minha silhueta... você me estuda, me percorre, quer ter certeza de que sou eu e me come com esse olhar e eu me estendo à sua língua para que ela deslize em todo os caminhos expostos e secretos... encontre ali, bem em meio à floresta, a fruta que sua fome deseja desesperadamente comer... deixe a criatividade da sua língua me fazer quase desmaiar de tanto prazer... em movimentos pélvicos, eu o deixo quase sem fôlego, querendo mais e mais, que sua língua alcance todo o meu paraíso... eu sempre o desejei dessa forma, reconhece-me?




Que saudade senti de você... como sofri com aquele brusca separação... como andei por ruas, mares e céus lhe procurando...
Vem logo... não questione mais se sou eu mesma. Entre em mim... se aposse de mim... toque-me , deixe seus dedos me percorrerem, deixe que eles descubram meus segredos entre as pernas... vem... eles vão invadir minha fenda, vão me tocar o clitóris duro de desejo, vão sentir que escorro... e muito...é meu amor se desmanchando em seu prazer... Seus dedos se atrevem a ir mais longe, eles me sentem lá no fundo dos meus profundos calores. E deliro à magia do que me faz... Assim, aos poucos você me abandona ao delírio... subitamente, coloca-me contra a parede, num gesto que me faz sentir mais desejos, porque em seu rosto eu vejo, a fúria do seu prazer me tomando... e loucamente você me aperta, deixando-me sem saída, toda aberta, ao seu domínio que é toda a minha lei. Sinto a pressão do seu corpo e sua boca me roça os lábios, eu quero beijá-lo mas você apenas me provoca... sua boca desce até o meu ventre, e ali você brinca de me procurar... sobe, lambendo e beijando cada pedacinho de mim, toda a minha pele se arrepia, até que chega ao meu pescoço, vou me enlouquecendo de vez, você procura minha tez e me inunda de beijos, lambidas, e sinto a busca da sua boca, a inquietação da sua língua, o seu hálito, hummm, que delícia, você vem cada vez mais pra mim, me encostando, apertando, em movimentos que só eu conheço... até que sinto o seu gesto de macho, empurrando o cacete tão duro, levantando minha perna para facilitar a penetração, e se enterra todinho, tanto mais e quanto mais possa sumir dentro de mim... e assim bailamos no êxtase de sermos um só...



Quero te ter assim, ao som dessa música, de tantas outras que falam de nós, que me fazem arder cada vez mais de desejo e amor por você... quero te ter na loucura de todas as loucuras jamais pensadas, existidas, imaginadas, criadas...
Quero te apertar em mim, quero me deixar largar em seus braços, que faça de mim o que quiser, a mulher mais feliz desse mundo, quero te olhar, sei que meus olhos vão se encher de lágrimas, lágrimas de felicidade por estar em você, com você, por você... e quero que navegue em mim, que me inunde de todo o amor que jamais, um dia, você pensou sentir e externar... quero que me deixe te fazer o homem mais completo, pleno de felicidade... é assim que te quero, com romantismo, paixão, loucura, desejos de todos os desejos, amor... o amor mais puro e verdadeiro, mais sublime, mais perfeito, mais encantador... quero surpreender você todos os dias, a cada amanhecer e a cada anoitecer, me renovarei para o seu amor... quero ser sua musa, sua estrela, seu céu, o mar e o luar, o sol que aquece sua vida, que lhe dá vida, quero ser as inspirações, todas elas, todas as canções e artes que ainda possam surgir, quero ser sua respiração, as batidas do seu coração, o sangue que circula, os sonhos que nunca teve, a emoção maior de todas as que já sentiu, me deixa ser sua vida, seu amor, sua mulher, mulher que nada mais quer a não ser o seu amor puro, sincero e verdadeiro... tem de ser nós dois, hoje, amanhã e sempre... porque ontem, ele se perdeu, interrompeu-se, sofreu, adormeceu... agora, é o nosso momento de despertar para os sentimentos que são nossos, só nossos, para sempre... eu amo você...






sexta-feira, novembro 11, 2011

FELIZ ANIVERSÁRIO, LENA LI!!!!


A LINDA EXPRESSÃO DE LENA LI








E veja mais o meu Portfólio Arte Cidadã, mais novidades na Agenda da HomeLAM e os clipes do show Tataritaritatá no YouTube ou baixe todas as músicas gratuitamente na Trama.